O QUE É A HOMEOPATIA?

HOMEOPATIA 

homeopatia1

Na Homeopatia, criada pelo médico alemão Christian Friedrich Samuel Hahnemann (1755-1843) em 1796, que trabalha com o princípio dos semelhantes, o Homeopata busca encontrar um medicamento que foi capaz de causar em indivíduos sadios sintomas semelhantes aos que se desejam combater nos indivíduos doentes.

 Naquela época era comum o uso de sangrias, remédios para vômitos, purgantes, etc., sem nenhuma segurança de eficácia ou de risco de morte.

Os médicos julgavam-se autoridades máximas, acima da natureza e ainda achavam que seus métodos eram infalíveis, mesmo diante de várias mortes e outros danos que causavam. Por isso Hahnemann resolveu abandonar a medicina.

Em um de seus escritos está refletida a angústia e o desânimo que pousaram sobre ele naquela época: “converter-me em assassino de meus irmãos era para mim um pensamento tão terrível que renunciei à prática para não me expor mais a continuar prejudicando“. Essa postura mostra sintonia com a máxima de Hipócrates: “Primo nil nocere“, ou seja, primeiramente não prejudicar.

Ele era um poliglota. Consta que conhecia grego, latim, hebraico, árabe, caldeu, alemão, inglês, francês, italiano, espanhol, entre outras línguas. Tendo abandonado a prática médica, passa a viver dos trabalhos de tradução, sobretudo das obras médicas e científicas de antigos mestres como Hipócrates, Paracelso, Jan Baptista van Helmont, Thomas Sydenham, Boerhaave, Stahl e Albrecht von Haller.

Foi trabalhando na tradução de uma matéria médica de Cullen, (gênero botânico) em 1790, que um fato descrito pelo autor chamou sua atenção. A Cinchona officinalis (quinina) proveniente do Peru, era usada na Europa no tratamento do paludismo. Segundo o autor, a quinina atuava fortalecendo o estômago e produzindo uma substância contrária à febre. Hahnemann decide provar, nele mesmo, o remédio.

Observou que os sintomas eram os mesmos das crises de malária ao ingerir a quinina e seu desaparecimento ao cessar o seu uso. Repetiu a experiência várias vezes com a quinina, depois com beladona, mercúrio, ópio, arsênico e outros medicamentos.

Inspirado pela obra de von Haller, que preconizava o estudo do medicamento na pessoa saudável, antes de ser ministrada ao doente, inclui seus parentes nas experiências, observa e anota pormenorizadamente os resultados.

Depois de seis anos de pesquisas intensas, Hahnemann publica o “Ensaio sobre um novo princípio para descobrir as virtudes curativas das substâncias medicamentosas, seguido de alguns comentários a respeito dos princípios aceitos na época“.

Em 1796 nasce a homeopatia. Como visto acima, os princípios já haviam sido enunciados por outros médicos anteriormente, mas é Hahnemann quem dá um corpo único, coerente, sintético, com fundamentos nitidamente compreensíveis à homeopatia. É curioso mencionar que foi ele quem cunhou os termos “homeopatia” (a qual também se referia como Arte de Curar) e “alopatia” (Prática abusiva, agressiva e pouco eficaz).

A partir de 1801 Hahnemann começa a usar “medicamentos dinamizados” (técnica própria da homeopatia que visa o desenvolvimento da força medicamentosa latente na substância e que consiste em submeter a droga a diluições e sucussões – movimento de balanço – sucessivas) e observa que isso dá mais potência ao medicamento.

Com uma visão holística em toda sua obra, Hahnemann cria os quatro princípios que orientam a prática homeopática, que são:

Lei dos Semelhantes: Resultado de suas releituras dos Clássicos e, sobretudo, de suaspróprias experiências, anuncia esta Lei universal da cura: similia similibus curantur. (semelhante pelo semelhante se cura)

Experimentação na pessoa sadia: A fim de conhecerem as potencialidadesterapêuticas dos medicamentos, os homeopatas realizam provas, chamadas patogenesias; em geral são eles mesmos os experimentadores. Tipicamente não se fazem experiências com animais. Uma condição básica para a escolha dos provandos é que sejam saudáveis. Esses medicamentos são capazes de alterar o estado de saúde da pessoa saudável e justamente o que se busca são os efeitos puros dessas substâncias.

Doses infinitesimais: A preparação homeopática dos medicamentos segue uma técnicaprópria que consiste em diluições infinitesimais seguidas de sucussões rítmicas, ou seja: mistura-se uma pequena quantidade de uma substância específica em muita água e/ou álcool e agita-se bastante. A tese é de que essa técnica “desperte” as propriedades latentes da substância. Isso é chamado de “dinamização” ou “potencialização” do medicamento.

Medicamento único: Primeiro o homeopata avalia se a natureza individual está a”pedir” intervenção com medicamento, pois esse é um dos meios que o médico tem para auxiliar a pessoa, não o único. Sendo o caso, usa-se um medicamento por vez, levando-se em conta a totalidade sintomática do paciente. Só assim é possível ver seus efeitos, a resposta terapêutica e avaliar sua eficiência ou não. Após a primeira prescrição é que se pode fazer a leitura prognóstica, ver se é necessário repetir a dose, modificar o medicamento ou aguardar a evolução.

A questão da superdiluição: A maioria dos cientistas acredita que diluir substâncias tanto quanto é feito na Homeopatia, diminuiria drasticamente o efeito que a substância em questão possui.

O sistema de diluição é uma preocupação na homeopatia visando diminuir o poder patogenético dos medicamentos, evitando-se uma agravação dos sintomas quando se administra doses fortes de uma substância que causa sintomas semelhantes aos do paciente.

Na homeopatia o importante é despertar os mecanismos do corpo humano para que haja uma resposta do sistema de cura. Em dias quentes, como é comum na Índia e na China, as pessoas costumam tomar chá quente. Desta forma, a bebida provoca uma reação no corpo que é semelhante a um resfriamento. Ou seja, é o princípio da cura pelo similar.

A nossa energia vital, que circula pelos meridianos, tem forças naturais para promover todos os tipos de cura, dependendo, apenas, do seu despertar. Assim também é feito na Acupuntura, liberando as energias através das agulhas em pontos específicos dos meridianos, e no Reiki, a ativação da energia se faz através dos chacras.

O preparo dos compostos homeopáticos segue princípios e técnicas bem definidos e simples. As etapas são:

1 – Extração de um principio mineral ou vegetal da fonte; 

2 – Pulverização (trituração e moagem) do insumo, se necessário;

3 – Dissolução num veículo adequado, aquoso, hidroalcóolico,etc.;

4 – Diluição em sequência centesimal hahnemanniana;

5 – Dinamização, ou Potencialização ou ainda sucussão.

O tratamento: como fazer?

Na Homeopatia não há doenças e simdoentes. Se estamos enfraquecidos, sem reservas, teremos problemas porque nosso organismo está fraco e sem resistência.

Exemplo: “Estou doente (baixa resistência) por isso peguei tuberculose” No Sistema Homeopático não devemos tratar parte do corpo, mas sim tratar do corpo todo. Por exemplo: se você tem infecção no dedo do pé, não éseu pé apenas que está doente, mas é seu corpo. Então, temos que tratar do corpo, da totalidade “mente e corpo”.

Doenças são desequilíbrios! O Sistema Homeopático visa restaurar/recuperar o equilíbrio da totalidade. Sintomas não são doenças por isso, quando tratamos os sintomas as doenças continuam.

A ciência da homeopatia conflita com a estrutura materialista e consumista imposta pelo capitalismo irracional e pelos banqueiros que vem dominando as sociedades humanas de vários países. A Homeopatia é ciência informacional, não-molecular e que tem como base os preparados altamentediluídos e sucussionados (dinamizados). É preciso ser estudada visando sua compreensão e adoção, de modo que não seja praticada como nova fonte de insumos substitutivos dos químicos e dos agrotóxicos. Nem com medicamento comum da indústria.

Os preparados homeopáticos são empregados nos humanos, nos animais, nos vegetais, no solo e na água. O modo de ação da homeopatia, aplicada dentro da lógica de seus princípios, respeita e incentiva os processos de cura dos vegetais, animais e sistemas vivos. A homeopatia estimula o
sistema de defesa destes organismos de modo que resistam às doenças, aos insetos-praga e aos impactos dos fatores climáticos ou ambientais. A homeopatia promove o equilíbrio sem extinguir: vírus, fungos, bactérias, insetos e outros tipos de agentes.

Frequentemente o meio rural está subordinado à imposição dos agrotóxicos causando danos não apenas no momento presente, mas comprometendo a vida do planeta. O capitalismo irracional revela assim, sua ambição desmedida, privando a saúde da terra, da água, do ar, e a qualidade de vida de todos. Os banqueiros gostam de calcular muito e raciocinar pouco.

Por meio das experiências foi descoberto que a desvitalização do solo é resultado da intoxicação crônica (com agrotóxicos principalmente) e da destruição. É resultado dos sistemas convencionais de produção agropecuária que geram alimentos desvitalizados e, por conseguinte, indivíduos intoxicados.
A família agrícola está adotando o sistema orgânico e a homeopatia cada vez mais.

A homeopatia não é exclusividade médica. A homeopatia foi oficializada como recurso da produção orgânica e agroecológica no Brasil, portanto é permitida a pessoas que respeitam o ambiente e a vida

Pequeno Histórico sobre a Homeopatia | O caso do Brasil 

A Homeopatia é uma prática estimulada pela OMS – Organização Mundial de Saúde, para ser implantada em todos os sistemas de saúde do mundo, em conjunto com a medicina oficial, desde 1978, reforçada pelo documento Estratégia da OMS sobre medicina tradicional 2002-2005.

Em países como França, Reino Unido e Alemanha usam a homeopatia em seus sistemas de saúde pública.

No Brasil, a Homeopatia é considerada como especialidade médica desde 1980, reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina Alopática, tendo sido incluída no Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2006.

No Brasil a Homeopatia chegou em 1840. Porém, após a 2a Guerra Mundial (1939-1945), os laboratórios internacionais dominaram os mercados com produtos químicos (remédios de farmácia) e praticamente varreram da mente dos(as) brasileiros(as) as formas tradicionais de tratamento. Porém, a cultura foi preservada e a UFV na década de 90 iniciou a divulgação da Homeopatia (que passou a ser denominada “altas diluições” no ambiente científico).

A Homeopatia como prática popular tem base legal na Instrução Normativa nº 7 publicada no Diário Oficial da União (19/05/99) que estabelece as normas da produção orgânica no Brasil e recomenda a aplicação da Homeopatia pelos produtores rurais. A Homeopatia no meio rural é tida como proposta libertadora e humanitária. As pessoas com conhecimento sobre

Homeopatia podem acelerar a reconstrução empregando os recursos da própria natureza.

O Ministério do Trabalho e do Emprego oficializou a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO 2002). Na página n° 391 da CBO consta o código (3321-15) de ocupação do(a) Homeopata. A ocupação em Homeopatia é oficialmente reconhecida. A ocupação “Homeopata” é declarável oficialmente em: RAIS, CAGED, Imposto de Renda, DIRPF, PNAD, IBGE. O(A) Homeopata deve respeitar os(as) profissionais que também se ocupam da Homeopatia: Veterinário, Agrônomo, Farmacêutico, Médico (a ocupação médico-homeopata na CBO é código 2231-35), dentre outros.

LEMBRE-SE
“A pessoa errada, com o método certo, faz o errado. A pessoa certa, com o método errado, faz o certo”. É preciso estar consciente e atento(a). É preciso concentração. É preciso amor, paz e serenidade ao lidar com a homeopatia

Curas Naturais, Saúde uma Luz para a Vida

Fontes: Livro Vermelho da Saúde Caderno de Homeopatia dos Curso de Extensão da UFV

The Author

CURAS NATURAIS

O propósito do site Curas Naturais é propagar conhecimento sempre com base em recursos naturais de saúde, alimentos orgânicos, suplementos nutricionais, exercício físico, meditação e aprimoramento da consciência humana. | Você deve sempre consultar o seu médico ou profissional de saúde. Toda a informação colocada aqui tem única e exclusivamente fins educacionais e académicos. | Mail: naturaiscuras@gmail.com

Marque consulta com Dr Paulo Reis

INSCRIÇÃO GRATUITA para receber Noticias sobre Saúde Natural

Faça aqui a sua subscrição GRATUITA

* indicates required

LOJA ONLINE – Consultas- Video Aulas – Ebooks

LOJA ONLINE – Consultas- Video Aulas – Ebooks
❶ CURAS NATURAIS ® Saúde uma luz para a Vida © 2017

|Vida Saudável | Curas Naturais | Magnésio Vitamina D Iodo | Plantas Receitas Cozinha Alimentos Vivos Frutas | Refeição e Cardápio Saudável | Bem Estar Prazer Felicidade


A informação contida neste site tem um fim exclusivamente educativo e não é recomendada como meio de diagnóstico nem tratamento de doenças. Você deve sempre consultar o seu médico ou profissional de saúde. Toda a informação colocada aqui tem única e exclusivamente fins educacionais e académicos.
curas do cancer curas cancer terapia cancer cura terapia curas do cancer cancer cancer curas curas cura tratamento naturais cancer curas do cancer curas cancer terapia cancer cura terapia curas do cancer cancer cancer cura curas do cancer curas cancer terapia cancer cura terapia curas do cancer cancer cancer curas curas cura tratamento naturais cancer curas do cancer curas cancer terapia cancer cura terapia curas do cancer cancer cancer cura
Frontier Theme